InfoJud 728x90

Deputado AndrĂ© Janones vira rĂ©u por injĂșria a Bolsonaro

O deputado federal André Janones (Avante-MG) se tornou réu por injúria ao ex-presidente Jair Bolsonaro, após o STF (Supremo Tribunal Federal) formar maioria nesta sexta-feira (14).

Por Redação em 14/06/2024 às 22:22:41

O deputado federal André Janones (Avante-MG) se tornou réu por injúria ao ex-presidente Jair Bolsonaro, após o STF (Supremo Tribunal Federal) formar maioria nesta sexta-feira (14). Bolsonaro apresentou uma queixa-crime contra Janones por publicações feitas nas redes sociais em março e abril de 2023, onde o deputado o chamou de termos como “miliciano”, “ladrãozinho de joias” e “bandido fujão”. A PGR se manifestou favoravelmente ao recebimento da queixa-crime e abertura de ação penal contra o parlamentar. A relatora da ação, ministra Cármen Lúcia, e os ministros Alexandre de Moraes, Flávio Dino, Edson Fachin, Gilmar Mendes e Kassio Nunes Marques votaram a favor de tornar Janones réu. O processo tramita no plenário virtual da Corte, onde os ministros depositam seus votos até às 23h59 desta sexta-feira (14).

Após a formação de maioria, o deputado fez uma publicação nas redes sociais, afirmando ironicamente que irá chamar Bolsonaro para defendê-lo. “Até porque ele defende a imunidade absoluta e eu não tinha conhecimento que poderia me tornar réu por injúria ao ofender a suposta honra de alguém que não tem honra”, escreveu Janones. Além da acusação de injúria, o parlamentar enfrenta outra pendência judicial relacionada a uma investigação sobre suposta “rachadinha” em seu gabinete na Câmara. Na semana passada, o deputado se livrou de uma representação sobre o caso em sessão do Conselho de Ética da Casa. No entanto, há um inquérito no STF, sob relatoria do ministro Luiz Fux, que determinou a quebra de sigilos bancário e fiscal em fevereiro. A investigação teve início em novembro passado, após o site Metrópoles divulgar um áudio no qual o deputado solicita ajuda para pagar despesas relacionadas a uma campanha de 2016. Janones sempre negou ter cometido irregularidades e foi um dos integrantes da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva nas redes sociais em 2022.

Publicada por Felipe Cerqueira

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Fonte: JP

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90