InfoJud 728x90

Lula volta a criticar Israel e diz que país pratica "genocídio" em Gaza

Por Redação em 23/02/2024 às 23:52:05

O presidente Luiz In√°cio Lula da Silva voltou a criticar o governo israelense nesta sexta-feira, 23, durante um evento no Rio de Janeiro, após ter comparado os ataques de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto. A fala do presidente deu in√≠cio a uma crise diplom√°tica aberta entre Bras√≠lia e Tel-Aviv. "Eu sou favor√°vel a criação do Estado Palestino livre e soberano Que possa esse Estado Palestino viver em harmonia com o Estado de Israel. O que o governo de Estado de Israel est√° fazendo não é guerra, é genoc√≠dio. Crianças e mulheres estão sendo assassinadas. (¬Ö) se isso não é genoc√≠dio, não sei o que é genoc√≠dio", afirmou. O chefe do Executivo aproveitou a ocasião para tecer coment√°rios sobre o Conselho de Segurança da ONU, enfatizando que este "não representa nada, não toma decisão em nada e não faz paz em nada". Recentemente, os EUA vetaram a resolução apresentada pelo Brasil no Conselho de Segurança sobre um poss√≠vel cessar-fogo na região.

"A lógica da ONU não é agir de forma democr√°tica. (¬Ö) A gente não pode aceitar a guerra na Ucrânia, como não pode aceitar a guerra em Gaza e nenhuma guerra", disse. O presidente ressaltou que h√° "hipocrisia" na classe pol√≠tica. Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores isralense, Israel Katz, voltou a provocar Lula nas redes sociais. "Ninguém vai separar o nosso povo, nem voc√™", dizia a mensagem acompanhada por uma ilustração que mostrava brasileiros e israelenses abraçados. Ao longo da semana, o chanceler de Israel rebateu o posicionamento de Lula afirmando que ele era uma "vergonha" e "negacionista do Holocausto". O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, repudiou as falas de Katz e disse que o tratamento dado a Lula é "insólito".

*Com informações do Estadão Conte√ļdo

Fonte: JP

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90