InfoJud 728x90

Homem morre e mulher fica ferida após queda de fio energizado durante temporal em São Paulo

As chuvas intensas na tarde desta terça-feira, 9, provocaram uma tragédia.

Por Redação em 09/01/2024 às 23:08:55

As chuvas intensas na tarde desta terça-feira, 9, provocaram uma tragédia. Um homem de 62 anos morreu e uma mulher de 60 anos ficou ferida após a queda de um fio energizado no carro em que eles estavam em Moema, na zona sul da capital paulista. O temporal também causou alagamentos e quedas de árvores, o que mobilizou a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros. O chamado para atendimento do caso foi feito às 17h23 e quatro viaturas foram deslocadas para socorrer as vítimas. Infelizmente, às 18h15, os bombeiros confirmaram a morte do homem. A mulher foi levada ao Pronto-Socorro do Servidor para receber atendimento médico.

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp! WhatsApp

O homem estava dentro de um carro quando um fio energizado caiu sobre o veículo após ser rompido por um galho. Ao sair do carro, ele acabou sendo eletrocutado e morreu instantaneamente. No local, foi possível observar que o fio rompido ainda estava próximo do veículo atingido. A Enel informou que a fiação foi desligada para permitir o trabalho do Corpo de Bombeiros. Até às 20h40, a Rua Pedro de Toledo e parte da Avenida Ibirapuera ainda estavam sem energia. Além disso, foram encontrados galhos na calçada em alguns trechos.

Segundo informações preliminares, um galho de grande porte caiu sobre a rede de distribuição durante as fortes chuvas e rompeu um cabo elétrico de média tensão, atingindo o veículo que estava no local. O caso será investigado pelo 27º Distrito Policial (Campo Belo). A Defesa Civil divulgou um balanço à noite, informando que choveu 60 milímetros na capital em apenas seis horas. No Campo de Marte, as rajadas de vento chegaram a 74 km/h. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas emitiu um alerta para alagamentos em todas as regiões da cidade, além de rajadas de vento. A previsão era de que o tempo continuasse instável até a noite.

O Corpo de Bombeiros registrou 186 chamados para quedas de árvores e um caso de desmoronamento e desabamento em São Paulo e na região metropolitana durante o dia. Vale lembrar que, no ano passado, uma tragédia semelhante ocorreu em Moema, quando uma mulher de 88 anos morreu após seu carro ficar submerso durante um alagamento. Na última segunda-feira, 8, a Defesa Civil registrou um acumulado de 62 mm de chuva na capital, causando quedas de árvores e corte de energia em diversos bairros, principalmente na zona sul. A Enel informou que 96% dos clientes afetados já tiveram a luz restabelecida e que está trabalhando para normalizar o fornecimento aos demais clientes. Além disso, a chuva também causou danos no Parque Ibirapuera, onde parte da marquise desabou e quatro pessoas ficaram feridas. O parque foi temporariamente fechado, mas já foi reaberto parcialmente. O MAM, a Bienal, o Pavilhão Japonês e o Museu Afro Brasil permanecem fechados.

 

Fonte: JP

Comunicar erro
Agro Noticia 728x90